Pouso Alegre e região recebem mais um avanço tecnológico no diagnóstico em saúde.
A Corpus Imagens na vanguarda mais uma vez.

A empresa do grupo Corpus/Magsul Imagens dá um salto a frente, adquirindo o tomógrafo com mulidetectores (multslice) Optima CT660, de 128 canais da GE Healthcare, grande avanço tecnológico da medicina por imagens. Este equipamento operando desde abril de 2013, permite imagens tomográficas mais finas, mais ricas em detalhes e com reconstruções anatomicas tridimensionais fantásticas, alem de exames mais rápidos e com menos desvantagens que os tomográfos anteriores.

 

Informações extra-oficiais apontam para a o fato deste tomógrafo ser o primeiro equipamento multislice de 128 canais do interior do estado de Minas Gerais, e o primeiro da GE no estado todo.

 

Angiotomografia multislice, com destaque para o tomógrafo de 128 canais, tem tido importante aplicação clínica em estudos científicos, com imagens com maior definição e nitidez que permitem estudos anatomicos dos diversos sistemas do corpo humano, especialmente a circulação coronariana. O equipamento realiza Angiotomografia das coronárias, uma nova aplicação revolucionária no diagnóstico precoce de doenças coronarianas, mesmo antes de provocar sintomas, o que pode mudar tratamentos e prevenir eventos clínicos graves, como o Infarto Agudo do Miocárdio.

 

 

Na cardiologia, o estudo do Escore de Cálcio e Angiotomografia das coronárias pode ser aplicado no diagnóstico precoce de lesões obstrutivas, perfusao de stents e resultados pós-cirúrgicos de enxertos (ponte de safena e mamária), sendo ainda o exame padrão-ouro, na atualidade, o cateterismo cardíaco. Tem grande acurácia para excluir doença coronariana ou seja: um exame normal praticamente exclui o risco de doença coronariana futura (alto valor preditivo negativo).

 

 

A alta velocidade de aquisição e qualidade de imagem com a menor dose de radiação possível (em torno de 50 a 83% menos radiação) permite  a aquisição de todo o corpo em poucos segundos. Em apenas um segundo ele é capaz de realizar 427 imagens de alta resolução, com redução do tempo de exposição à radiação. Produz imagens cardíacas e vasculares livres de artefatos de movimentos, com menor dose de contraste não-iônico (hipoalergênico e de baixa osmolaridade, menos nefrotóxico) e baixa dose de radiação (tecnologia ASiR – Adaptative Statistical Iterative Reconstruction). É capaz de realizar exames tomográficos do coraçao com cerca de 2 a 3 milissievert (mSv -unidade de radiação), sendo que tomográfos anteriores realizam o mesmo exame com mais de 15 mSv.

 

Os estudos angiográficos são minimamente invasivos e podem diagnosticar patologias graves. Assim estratificam o risco dos pacientes e previnem complicações, mudam terapêuticas e promovem nova evolução de doenças crônicas e degenerativas, resultando em melhor qualidade de vida e mais saúde para os pacientes.

 

É a medicina por imagens cumprindo a sua missão de diagnosticar, prevenir e salvar vidas.

Tomógrafo Multislice